Tereza Granate

Ser mulher é acreditar sempre. É... Seguir em frente quando todos param! Acariciar e dar colo! Dividir-se em muitas sem deixar de ser uma, a mais importante! A mulher acontece, encanta, muda, nasce, floresce, cuida, cria, sente, beija, escuta, vê, brinca, brinca e brinca com a vida... e vive!

Os benefícios da musculação para as mulheres.

A Musculação é muito indicada para mulheres, trazendo benefícios para a saúde e tratando problemas decorrentes da idade. Além é claro dos ótimos resultados estéticos, desenvolvendo massa muscular e ganhando definição. Os benefícios da musculação para mulheres podem ser divididos em estéticos e  físicos. Os estéticos se dão através do emagrecimento, que acontece com a queima de calorias e com o aumento do metabolismo.
Como resultado dos treinos, se obtém um corpo mais bonito, com a musculatura definida.
A musculação também traz importantes resultados no condicionamento físico. Com o aumento da densidade óssea, que previne a osteoporose; melhora na coordenação; aumento na força física, na massa muscular,  na elasticidade e na força nas articulações, benefícios estes que garantem a funcionalidade do corpo. Ou seja, permite que se executem atividades normais como sentar, baixar, agachar, puxar, empurrar e caminhar firmemente, por muito mais tempo, garantindo um envelhecimento saudável e sobretudo independente.
Dessa forma, é considerada uma das melhores atividades físicas para mulheres de todas as idades. Ressaltando, que é importante contar com um instrutor experiente para organizar um programa de treinamento adequado às necessidades e características.

Leia Mais...

Make pronta para dançar! (♡‿♡)




Leia Mais...

Dançar e dançar...

"A dança flui por todo o meu corpo a incrível sensação de me sentir livre, inteira, viva, respirando e transpirando..."

Leia Mais...

Quais os benefícios da dança na saúde da mulher?




Com inúmeros benefícios corporais e mentais, a Dança do Ventre melhora a desenvoltura e desinibição, atenção, disposição, trabalha a auto estima e permite que a mulher se aceite.
Com trabalho de pernas intenso, é visível a tonificação nessa área.
Corrige a coluna e postura, melhorando o encaixe dos ombros.
Movimentos de braços (usando bíceps e tríceps).
Define a cintura, pois trabalhamos com a dissociação entre tronco e quadril.
Não há idade, peso ou altura, todas estão aptas a fazê-la .
Permita-se!!!

Leia Mais...

Esmalte de hoje!

Cor Ouro/ Abelha Rainha.

Estou com as unhas prontas para dançar, achei lindo esse ouro da Abelha Rainha é bem metalizado e bem claro, quase amarelo.
Beijokas!!!

Leia Mais...

Shake Fitness de chocolate, banana e pasta de amendoim.

Estou amando meeessmo esse Shake Fitness, é leve ,saboroso e refrescante!
Olha a receitinha:
*200 ml de água ou leite se não quiser tão magro kkk
*2 bananas
*1colher de pasta de amendoim
*2 scoops de Whey Protein chocolate, ou 2 colheres de cacau em pó.
*1 colher de mel.
*Gelo
Bater tudo no liquidificador!
Se quiser polvilhe canela!


Leia Mais...

Make para dançar!


A escolha de hoje foi preto com Glitter Prata!




Leia Mais...

Meu "serumaninho", minha bebê!

Não tem como não amar esses bichinhos que estão sempre ao nosso lado dando amor e carinho, não é?
Aqui, minha Belle (Bellinha) e eu.
"O cachorro é um animal que te ama, não importa sua cor, sua condição financeira, seus gostos. Para ele o que importa é você!"

Leia Mais...

Estudo das bailarinas egípcias: Shafiqa Al-Qibtiyya (La Copta)

     
Shafiqa Al-Qibtiyya também conhecida como Shafiqa de Copta, nasceu no ano de 1851 em Shobra, subúrbio do Cairo. Fugiu de casa aos 12 anos. Sua família era modesta e conservadora, e ficou escandalizada quando Shafiqa começou a pensar em dançar. Seus pais morreram quando ela ainda era jovem. Depois que se casou, viveu sob circunstâncias difíceis e tentou melhorar de vida dançando em nightclubs.
Era estudante da primeira dança oriental egípcia de "Shooq". Sua primeira performance foi num festival folclórico. Com a morte de seu mestre Shooq, se tornou a bailarina mais famosa do Egito a ponto dos fãs jogarem moedas de ouro a seus pés. Entre seus admiradores estavam alguns ministros e pessoas influentes.
Ela era muito bonita e talentosa, virou uma lenda na década de 20. Alcançou a fama por dançar no nightclub "El Dorado", e foi a primeira bailarina a se apresentar com candelabro.
Este período marcou o início da era das bailarinas famosas no Egito. As bailarinas bem sucedidas abriam seu próprio salah (clubes), Shafiqa também
abriu o seu chamado "Alf Leyla" (Mil e Uma Noites). Ficou extremamente rica, mas seu sucesso não trouxe só dinheiro, ela gastava muito. Infelizmente tornou-se viciada em cocaína e morreu desamparada em 1926.
Os trajes de dança de Shafiqa, não eram os mesmos utilizados pelas bailarinas da década de 30.
Sua vida foi retratada no filme "Shafiqa Al-Qibtiyya" de 1963 dirigido por "El Hassan Imam". Até este momento, o filme permanece entre os 100 mais importantes da história do cinema egípcio.
 Ano: 1963

    
Leia Mais...

Benefícios do Colágeno


colágeno é uma proteína essencial ao organismo, que confere sustentação, e seu formato espacial, em forma de três hélices contorcidas, favorece a sustentação dos tecidos.
Porém, após os 25 anos, cerca de 1% do colágeno do nosso corpo vai embora por ano, por isso, que a partir dos 30 anos percebemos flacidez e rugas na pele, pois a pele começa a perder elasticidade.
Benefícios:
O colágeno melhorar a firmeza e elasticidade da pele;
Fornece sustentação estrutural para dentes, ossos, vasos, pele e até mesmo para alguns órgãos;
Rejuvenescimento da pele, ou seja, trabalha prevenindo o envelhecimento das células;
Tonifica os músculos.
Proteção das articulações;
Ajuda na prevenção do surgimento das temidas celulites e estrias;
Cabelos e unhas mais bonitos.
Melhora e potencializa a cicatrização;
Promove a renovação das células;
Prevenção contra a osteoporose, protegendo os ossos.
O consumo diário ideal é de 10 g ao dia. Por isso, fique atenta a quantidade que você consome. Para saber do quanto seu organismo precisa é sempre bom consultar uma nutricionista.

Leia Mais...

A Dança no Brasil

A dança do ventre foi trazida para o Brasil no final do século XIX pelos árabes, originários principalmente da Síria e do Líbano. A partir de 1950, uma nova leva de imigrantes veio para o Brasil, fugidos das guerras civis que assolavam seus países de origem. Muitos se concentraram em São Paulo, enquanto uma parte foi para a região Norte ou para o Sul.
Em meados dos anos 70, restaurantes frequentados principalmente por pessoas da colônia, como o Porta Aberta, Semíramis, Bier Maza, e o Clube
Homs, todos em São Paulo, começaram a ter apresentações. Em geral, as bailarinas dançavam com um pequeno grupo de instrumentistas de Alaúde, Daff e derbak. Depois, o violino e o Mijwiz foram adicionados às bandas que tocavam ao vivo.
Parte da repercussão da música árabe em terras brasileiras ocorreu com o grupo de Wadih Cury, pioneiro no uso do alaúde por aqui. Também colaboraram Fuad Haidamus, ágil no Derbak e no Daff, e Nabil Nagi, apesar de também tocar alaúde foi um dos primeiros a usar violinos nas canções tocadas aqui. Nesta época, eram as bailarinas Shahrazad, Samira Samia, Rita, Selma, Mileidy, Zeina e Zuleika Pinho, que acompanhavam os músicos nas apresentações.
Nas primeiras décadas em que a dança do ventre se espalhava pelo país, pouco se tinha de informações sobre ela, esta situação passou a se modificar a partir da década de 90 quando no Brasil começaram a surgir publicações sobre a Dança do Ventre em jornais e revistas, quando surgiram eventos, concursos e desfiles, além de programas de televisão, rádio e internet tratando do assunto.
Hoje, a dança do ventre já está estabelecida no Brasil. Há uma estimativa de que o Brasil é, junto com os Estados Unidos, um dos países ocidentais com o maior número de praticantes do mundo. De fato, a mulher brasileira se identifica com as características da Dança do Ventre e talvez por isso ela faça tanto sucesso aqui.


Leia Mais...

Unha de hoje! ๑•ิ.•ั๑

De olhos pretinhos, de pelos branquinho....  eu sou coelhinho!
Mais uma vez a mãozinha da filhota!
Feliz Páscoa!!!

Leia Mais...

Parabéns, Mulher!!!

Mulher, que traz beleza e luz aos dias mais difíceis que divide sua alma em duas para carregar tamanha sensibilidade e força. Que ganha o mundo com sua coragem, que traz paixão no olhar.

Mulher,
Que luta pelos seus ideais,
Que dá a vida pela sua família.

Mulher,
Que ama incondicionalmente
Que se arruma, se perfuma
Que vence o cansaço.

Mulher,
Que chora e que ri
Mulher que sonha...

Tantas mulheres, belezas únicas, vivas, cheias de mistérios e encanto!
Mulheres que deveriam ser lembradas, amadas, admiradas todos os dias.

Para você, mulher tão especial. Feliz Dia Internacional da Mulher!
Leia Mais...

A Dança no Ocidente


Trazida para o Ocidente através dos filmes de Hollywood, com as bailarinas que fugiram para o Ocidente e com a invasão Árabe muçulmana, ocorreu uma miscigenação de culturas e a dança se espalhou pelo resto do mundo, através de viajantes e mercadores. Nos anos 40 a dança passou a ser conhecida por “Belly Dance” e grandes estrelas do Egito como: Naima Akef, Taheya Carioca, Samia Gamal e Souher Zaki, se tornaram conhecidas no mundo todo.         
Como toda a cultura que ultrapassa suas fronteiras, a Dança do Ventre também foi absorvendo características dos diferentes países em que se desenvolveu. Atualmente, engloba movimentos de várias outras danças, mas mantém algumas características primitivas de sua origem sagrada.
No entanto, independentemente da sua origem e do que cada pessoa ou cultura faz dela, é consensual e sensato dizer-se que é bem mais do que uma modalidade desportiva, ou algo diferente para se realizar, é sim, antes de qualquer outra coisa, uma forma de autodescoberta, de aceitação do corpo (tal como ele é) e amor por si mesma. Quando isto acontece, a mulher transparece para o mundo que a rodeia essa melhoria na sua auto-estima.

Leia Mais...

Comece a treinar com saúde.


Está parada há muito tempo e quer começar a treinar? Aproveite o início do ano para se exercitar,em busca de um corpo saudável e bonito. Não perca tempo, porque nunca é tarde pra começar!
Primeiro procure um médico para realizar uma avaliação física, algumas academias já oferecem esse serviço, o que importa é buscar um profissional para realiza-la. Assim o professor poderá montar um treino direcionado pra você e te ajudar a realizar o movimento correto.
Escolha uma academia mais perto de casa ou do trabalho pra facilitar,  as vezes arrumar uma companhia pode tornar o treino mais divertido, combinem que uma tem que animar a outra para que não faltem.
Coloque a atividade física na agenda determinando um horário para ir a academia, assim ele começa a fazer  parte da rotina.
A hora é agora, não importa se está calor ou frio, sol ou chuva, não deixe a desculpa te pegar (rs).
Não desista, o corpo humano precisa de um período para se adaptar aos exercícios físicos, depois o treino começa a ser mais prazeroso. Por isso, força!!!
E bom treino! ;)
Leia Mais...

© Tereza Granate, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena